FISH POINT

O SEU PORTAL DE PESCA NO BRASIL
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Login  

Compartilhe | 
 

 Jornalista é julgada por matar peixes na TV

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tchello
Admin


Mensagens : 606
Data de inscrição : 29/04/2009
Idade : 55
Localização : SÃO PAULO

MensagemAssunto: Jornalista é julgada por matar peixes na TV   Qua Maio 20, 2009 3:18 pm

A dinamarquesa Lisbeth Koelster reproduziu um estudo científico para demonstrar os efeitos tóxicos de uma marca de xampu e acabou condenada por sacrificar 12 peixes no experimento.

INDIGNADA
Lisbeth Koelster, em imagem do site oficial da emissora DR. Mesmo sem ter que pagar a multa de R$ 3,7 mil, ela vai recorrer da condenação judicialEnquanto muitos jornalistas pelo mundo encaram processos judiciais por conta de denúncias e críticas a governos autoritários, uma apresentadora de televisão da Dinamarca, uma das democracias mais desenvolvidas do mundo, foi julgada e condenada por um motivo bem mais inusitado: ela teria matado alguns peixes para comprovar sua reportagem.

Segundo a edição online do jornal The Copenhagen Post, a apresentadora Lisbeth Koelster, da rede pública de televisão DR, foi denunciada por telespectadores em 2004, após a veiculação de uma reportagem na qual ela tentava demonstrar que a marca de xampu Terva continha produtos tóxicos. Baseada em um estudo realizado na Suécia que alegava que o xampu poderia matar peixes, Lisbeth tentou reproduzir a pesquisa e despejou pequenas quantidades do xampu em um aquário com 13 lebistes, pequenos peixes também conhecidos no Brasil como “barrigudinhos”. Após três dias, 12 dos 13 peixes estavam mortos, comprovando a tese dos cientistas suecos.

A repercussão da reportagem foi tanta que o xampu acabou sendo retirado do mercado, mas a jornalista também sofreu as consequências. Ela foi denunciada por maus-tratos, mas o julgamento foi realizado apenas na semana passada, na corte distrital da cidade de Glostrup. O promotor público pediu que Lisbeth Koelster fosse condenada a pagar uma multa de 10 mil coroas dinamarquesas (cerca de R$ 3,7 mil), enquanto seu advogado, Tyge Trier, alegou que ela agiu “em defesa do interesse jornalístico”. Segundo Trier, a atuação da jornalista foi semelhante à de jornalistas que, por exemplo, entram com facas em aeroportos para demonstrar a falta de segurança dos terminais.

A Justiça dinamarquesa atendeu o pedido da promotoria e condenou Lisbeth por violação do Ato de Proteção aos Animais, mas a jornalista acabou isenta do pagamento da multa já que, como cinco anos se passaram, ela foi privada do direito a um rápido julgamento. Ainda assim, a dinamarquesa reclamou da condenação. "Vou entrar com um recurso, pois o programa serviu para destacar uma questão de grande importância social, que são os efeitos nocivos de substâncias autorizadas nos nossos produtos cosméticos", afirmou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.fishpoint.com.br
 
Jornalista é julgada por matar peixes na TV
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O que me dizem de uma caçada Virtual???
» Iniciando no Detail
» caça a raposa
» O que vcs acham do mata cachorro????
» pesca ao achigã e carpa

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FISH POINT :: DEBATES - PESCA E MEIO AMBIENTE.-
Ir para: